Search
  • jailsealvarenga

Você sabe o que é linguagem neutra?



Linguagem neutra nada mais é do que a utilização de outras vogais, consoantes ou símbolos para que os gêneros masculino e feminino não sejam identificados nas palavras. Assim, é muito comum o “o” ser trocado pelo “e”, pelo “x” ou pelo “@”. Ao invés de se escrever meninos, na linguagem neutra utiliza-se menines, meninxs ou menin@s.

Um ponto importante a ser destacado é que o uso do x ou @ não deve ser feito na prática por uma simples razão: na linguagem oral, esses caracteres atrapalham o entendimento, além de também não serem compreendidos pelos dislexos ou na linguagem dos sinais (libras). Assim, além do “e”, cogita-se utilizar as vogais “i” ou “u”.

O intuito da linguagem neutra é deixar de lado a marcação binária do gênero masculino ou feminino. Muitos dizem ser uma forma de praticar a diversidade e a inclusão, o respeito à pluralidade, deixando-se de lado a discriminação.

Este é um tema que vem ganhando cada vez mais visibilidade, e também gerando polêmicas. Vem havendo tentativas de se modificar a Língua Portuguesa para a democratização da linguagem. Mas uma mudança ortográfica na Língua Portuguesa não é fácil de acontecer. O Projeto de Lei 5248/20 proíbe o uso da “linguagem neutra” na grade curricular e no material didático de instituições de ensino públicas ou privadas no ensino da língua portuguesa no ensino básico e superior. A proposta inclui a vedação em documentos oficiais dos entes federados, em editais de concursos públicos, assim como em ações culturais, esportivas, sociais ou publicitárias que percebam verba pública de qualquer natureza, de acordo com a Agência Câmara de Notícias.

Alguns educadores também são contra o uso da linguagem neutra, pois sua utilização poderia atrapalhar aqueles que estão se alfabetizando, confundindo-os num momento tão delicado de aprendizagem.

Para Heloisa Buarque de Almeida, professora do Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP e pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre os Marcadores Sociais da Diferença (Numas), a demanda por uma linguagem inclusiva pode ser considerada um movimento social e faz parte da evolução da língua.

Um assunto que ainda vai gerar muitas discussões, com certeza!

10 views0 comments

Recent Posts

See All