Search
  • jailsealvarenga


O uso ou não da crase é uma das dúvidas mais frequentes das pessoas em geral. São inúmeras regras que atrapalham muito quem escreve, e acabam por gerar grandes confusões.

Vejam este cartaz que encontramos na porta de um restaurante.

Coma a vontade.

Isso está certo?

Com certeza não era isso que o dono do restaurante queria dizer.

'Coma a vontade' expressa que a pessoa quer literalmente comer essa tal vontade, e não que você pode comer à vontade ou o quanto quiser e aguentar.

À vontade é uma locução adverbial que indica que a pessoa está confortável, indicando liberdade de ação. Coma à vontade quer dizer que você pode comer o quanto de alimento você quiser.

Daí a necessidade do uso da crase nesta expressão.

Agora não dá mais para errar!



9 views0 comments
  • jailsealvarenga


Abreviar nada mais é do que tornar breve, ou seja, reduzir. Está cada vez mais comum a necessidade de controlarmos o tempo, de encurtarmos e diminuirmos o intervalo de tempo que levamos para fazer as coisas. Afinal, tempo é dinheiro, e não podemos desperdiçá-lo.

Na língua portuguesa, quando se trata de palavras, usamos a abreviatura para torná-las menos longas e facilitar a sua utilização no dia a dia.

Essas reduções, também chamadas de braquigrafias, acabam por diminuir as palavras. Assim, elas podem ser grafadas com poucas letras, numa economia de caracteres.

Mas é importante notar que, mesmo nas abreviações, há uma forma correta de se escrever.

Um exemplo que muita gente erra é quando se abrevia a palavra horas. O correto é apenas o uso do “h”.


A festa será às 7h no terraço.


- Deve ser sempre minúsculo

- Não vem no plural. Sempre no singular

- Sem o ponto logo após

- Sem espaço entre o número e o “h”

- Só se coloca número após o “h” em hora não cheia (4h31) (9h00 está errado)

- As formas hs, hr, hrs estão erradas

- H maiúsculo é o símbolo do elemento químico hidrogênio


A partir de agora, não erre mais a forma de abreviar a palavra horas!

14 views0 comments
  • jailsealvarenga

Um texto, para ser bem compreendido e chegar ao objetivo a que foi feito, deve ser coeso, claro e coerente. E, infelizmente, é muito comum nos defrontarmos com um texto que tenha falta de coesão textual.

Mas, o que vem a ser um texto coeso?

Um texto coeso é aquele que se desenvolve com uma certa sequência lógica, de forma que fique compreensível a quem o lê.

É preciso que haja nexo nas ideias e conexão entre as palavras, frases e parágrafos. O texto necessita estar bem estruturado.

Uma boa dica para você que está escrevendo o seu texto é utilizar frases curtas. Uma frase extensa demais pode causar confusão e acabar não transmitindo direito a ideia.

Outra dica é usar conectivos (conjunções) para ligar uma oração a outra, a fim de deixar o texto mais harmonioso. Alguns exemplos de conectivos são: mas, porém, então, logo, já que, apesar, porque, dessa forma, etc.

No texto coeso, portanto, não podem existir pontos pendentes. Deve haver um encadeamento de tudo aquilo que foi escrito.

E, principalmente, use sempre os serviços de um revisor de texto!

4 views0 comments